Antibiótico Aumento Peso

Uso indiscriminado de antibiótico pode levar ao ganho de peso?

25 de Novembro, 2014

Em 2006, um grupo de cientistas da Universidade de Washington (EUA) observou que o intestino de ratos obesos continha bactérias diferentes das existentes em ratos magros. Os pesquisadores, então, alimentaram esses ratos com a mesma flora bacteriana dos gordinhos e descobriram que os esbeltos também ganhavam peso1.

Surge, assim, uma dúvida: se muitos antibióticos são produzidos a partir de bactérias2, e se algumas delas provocam aumento de peso, isso quer dizer que antibióticos engordam?

Não é de hoje que fazendeiros dão ao gado saudável baixas doses de antibióticos, porque perceberam que isso provoca um ganho de gordura corporal de até 15% em vacas, ovelhas, porcos e galinhas1,3.

A explicação pode estar no fato de que alguns antibióticos mudam a forma como as bactérias agem. Em testes com ratos, Ilseung Cho, da Universidade de Nova York (EUA), observou que as substâncias que desencadeiam a produção de gordura do corpo ficaram mais ativas em contato com o medicamento3.

Mas calma! Não é possível afirmar que as alterações observadas também valem para nós3.
Para descobrir se a premissa é verdadeira, o cientista Martin Blaser observou mais de 11 mil crianças britânicas, nascidas entre 1991 e 1992, e concluiu: as que tomaram antibióticos nos primeiros seis meses de vida também ganharam mais peso nos seus primeiros anos3.

Por ora, o que sabemos é que o uso de antibióticos teve um impacto bastante positivo no tratamento de infecções bacterianas. Por outro lado, nota-se um uso completamente descontrolado: são prescritos para doenças que não tem indicações, o que acaba resultando no surgimento de novas bactérias resistentes a antibióticos3.

Antibiótico é coisa séria. Respeite sua receita.

Deixe um comentário
    1. DOUTOR DRÁUZIO VARELLA. Bactérias que engordam. Disponível em: drauziovarella.com.br/obesidade/bacterias-que-engordam/. Acesso em: 30 ago. 2014.
       
    2. DENISE OLIVEIRA GUIMARÃES et al. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. 2010. Departamento de Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Disponível em: www.scielo.br/pdf/qn/v33n3/35.pdf. Acesso em: 30 ago. 2014.
       
    3. DISCOVER MAGAZINE. Antibiotics fuel obesity by creating microbe upheavals. Disponível em: blogs.discovermagazine.com/notrocketscience/2012/08/23/antibiotics-fuel-obesity-by-creating-microbe-upheavals/#.VAC0YfldVCh. Acesso em: 30 ago. 2014.

    BR/ANB/0053/14d

Posts relacionados

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

Post anterior

Interações medicamentosas podem ser úteis mas, também, perigosas

Próximo Post

Atingimos 20 mil seguidores