Antibiótico Uso racional

O que NÃO se deve fazer ao tomar antibióticos

28 de Outubro, 2014

Antibióticos são compostos naturais ou sintéticos, com a finalidade de eliminar ou inibir o crescimento de bactérias1. Antes da sua descoberta, havia mais mortes por doenças infecciosas, por isso são considerados um dos avanços mais importantes da medicina, sendo, até hoje, um dos fármacos mais prescritos no mundo2.

Sua eficácia, porém, fica comprometida quando utilizado de forma incorreta, podendo causar mais danos do que benefícios à saúde. Seguir a prescrição médica corretamente é fundamental para o sucesso do tratamento3,4.

Listamos aqui os principais erros cometidos por quem precisa tomar um antibiótico:

1. Tomar antibiótico sem receita (automedicação), seguindo a indicação de amigos, por exemplo: apenas o médico é capaz de prescrever o fármaco mais eficaz para a sua doença, depois de uma análise clínica e laboratorial5.

2. Tomar antibiótico simultaneamente com outros remédios: há risco de interação medicamentosa e reações adversas. É preciso avisar o médico sobre o uso de outros fármacos3.

3. Fazer uso de bebida alcoólica durante o tratamento: além de diminuir o efeito do antibiótico, essa combinação pode potencializar o efeito da bebida6.

4. Tomar o antibiótico cada dia em um horário diferente ou se esquecer de tomá-lo: isso diminui a quantidade do medicamento no sangue, necessária para combater as bactérias3,4.

5. Parar de tomar o antibiótico antes do período recomendado, porque já está se sentindo melhor: além de comprometer o tratamento, aumenta-se a probabilidade do aparecimento de bactérias resistentes ao medicamento5.

6. Não procurar o médico, caso não sinta melhora com o tratamento: isso pode ser ainda mais prejudicial à saúde. Consulte novamente o médico, pode ser necessário rever a terapia5.
Antes de tomar o antibiótico, esclareça todas as suas dúvidas. A eficácia do tratamento também depende da sua compreensão sobre a doença e as orientações prescritas3.

Antibiótico é coisa séria. Respeite sua receita.
 
REFERÊNCIAS

1. DENISE OLIVEIRA GUIMARÃES et al. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. 2010. Departamento de Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/qn/v33n3/35.pdf. Acesso em: 8 ago. 2014.
 
2. JOCASTA LUISA NOVELLI DA ROSA, JORGE ALBERTO DE OLIVEIRA FAGUNDES. Antibióticos, bases, conceitos e fundamentos essenciais para o profissional de saúde. Disponível em: http://200.18.15.27/bitstream/handle/1/714/Jocasta%20Luisa%20Noveli%20da%20Rosa.pdf?sequence=1. Acesso em: 8 ago. 2014.
 
3. PAOLA NICOLINI et al. Fatores relacionados à prescrição médica de antibióticos em farmácia pública da região Oeste da cidade de São Paulo. 2008. In: Ciência & Saúde Coletiva, 13(Sup):689-696. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csc/v13s0/a18v13s0.pdf. Acesso em: 9 ago. 2014.
 
4. DR.ª MARIA ALEXANDRA PARADA MONTEIRO. Antibióticos. Farmácia União Moitense. Disponível em: http://www.farmaciauniaomoitense.com.pt/EspacoInfoirmStatus/Antibiotico.pdf. Acesso em: 9 ago. 2014.
 
5. MARIA RIBEIRO et al. Comportamento da população do concelho de Vizela no consumo de antibióticos. 2009. In: Rev. Port. Sau. Pub. v.27 n.2 Lisboa jul. Disponível em: http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?pid=S0870-90252009000200006&script=sci_arttext. Acesso em: 9 ago. 2014.
 
6. DR. DRAUZIO VARELLA. Aprenda a tomar medicamentos corretamente. Disponível em: http://drauziovarella.com.br/noticias/aprenda-a-tomar-medicamentos-corretamente/. Acesso em: 9 ago. 2014.
 

BR/ANB/0052/14a

Deixe um comentário

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

Post anterior

Não arrisque sua saúde, só compre remédios com orientação médica

Próximo Post

O uso correto do antibiótico no tratamento de sinusites