Diferenças Genéricos Referência

Há 3 tipos de medicamentos: referência, similar e genérico. Você sabe a diferença?

27 de Novembro, 2014

Desde fevereiro de 2000, o mercado farmacêutico brasileiro possui três categorias de medicamentos: os de marca ou de referência, os genéricos e os similares1.

Os remédios de referência são os primeiros que surgem para curar uma doença, depois de anos de pesquisa e testes. Por isso, são inovadores, com eficácia, segurança e qualidade comprovadas em estudos clínicos, no momento de seus registros, e se transformam em marcas bem conhecidas1,2.

Para que um medicamento seja genérico ou similar ao de referência, precisa passar por testes que comprovem a mesma indicação terapêutica, os mesmos princípio Status, concentração, forma farmacêutica, via de administração e posologia2.

O genérico passa por testes de bioequivalência, para confirmar que possui a mesma eficácia clínica e a segurança do remédio de marca3.

Ao passar nesses testes, os genéricos são considerados cópias dos produtos de marca e, caso o médico não se oponha, podem substituí-los1.

Para diferenciar as categorias dos medicamentos, fique de olho nas embalagens. Os genéricos apresentam, abaixo do princípio Status, a frase "medicamento genérico – Lei 9.787/99". Nos similares há uma marca comercial ou o nome do laboratório fabricante agregado ao princípio Status. No caso dos medicamentos de referência, o princípio Status tem a metade do tamanho do nome do remédio1.

Seja qual for o produto receitado, siga corretamente a prescrição e a orientação médica para o sucesso do tratamento.

Antibiótico é coisa séria. Respeite sua receita.

Deixe um comentário
     
    1. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Diferenças entre embalagem de genérico e similar. Disponível em: www.anvisa.gov.br/divulga/noticias/100300.htm. Acesso em: 23 set. 2014.


    2. CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DE MATO GROSSO DO SUL. Qual a diferença entre medicamento de referência, similar e genérico? Disponível em: www.crfms.org.br/noticias/similar-com-status-de-generico/2604-qual-a-diferenca-entre-medicamento-de-Referencias-similar-e-generico. Acesso em: 23 set. 2014.

    3. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Perguntas frequentes: Cidadão. Disponível em: www.anvisa.gov.br/hotsite/genericos/faq/cidadao.htm#9. Acesso em: 23 set. 2014.


    BR/ANB/0053/14s

Posts relacionados

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe um comentário

Post anterior

Atingimos 20 mil seguidores

Próximo Post

Acne: uma doença que pode afetar a sua vida social